12 de março de 2016

{Telinhas & Telonas} A Série Divergente: Convergente

Oi galera! Hoje eu vim compartilhar minhas impressões sobre Convergente. E posso adiantar que esse terceiro filme me surpreendeu bastante!



Gênero: Ficção científica, Aventura, Ação, Drama 
Diretor: Robert Schwentke 
Elenco: Shailene Woodley, Theo James, Ansel Elgort, Jeff Daniels, Miles Teller, Zoë Kravitz, Octavia Spencer, Ray Stevenson, Naomi Watts, Bill Skarsgård 
Ano: 2016 
Duração: 2h1min 
Nota: 4/5 

Primeiro preciso esclarecer que:
1) Esse post não é uma crítica, apenas minha opinião sobre o que vi.
2) Como estou falando do terceiro volume da saga, provavelmente terá spoilers dos volumes anteriores.
3) Aqui, vamos discutir sobre as características do FILME, ignorando o conteúdo restrito em que este foi baseado. Eu tentei!

Depois da minha decepção com Insurgente (o filme anterior), aprendi a controlar minhas expectativas depositadas em adaptações. Então, como fui pro cinema sem pretensões, eu curti muito tudo o que me foi apresentado!

Convergente inicia-se exatamente onde Insurgente encerrou.
Agora, sem as divisões de facções e livres das correntes opressoras de Jeanine Matthews, os moradores de Chicago passam a enfrentar um novo problema: atravessar o Muro que divide a cidade do resto do mundo.
Então, o primeiro ato do filme é centrado neste conflito, já que a nova governante do povo, Evelyn Johnson-Eaton (mãe de Tobias e antes, líder dos sem-facção) se recusa a permitir que qualquer pessoa atravesse as paredes que as prendem na cidade.
Mais uma vez, Tris se vê obrigada a ignorar as regras e tenta de todas as formas se desprender do passado que a assombra em Chicago.


Um outro ponto forte desse primeiro ato foi a evolução na relação estabelecida entre os personagens. Sem as doutrinas de suas facções, eles se unem e aprendem a conviver com as características individuais, deixando os rótulos de lado.
Juntos, eles enfrentam o exército de Evelyn e partem para uma jornada com o objetivo de descobrir o que há atrás dos Muros.


Quando descobrem, são surpreendidos (e nós também), com uma realidade diferente da que estavam habituados. 
Eles conhecem David, o suposto líder dessa nova sociedade, que os apresenta a esse novo mundo e seus "privilégios".
Ele explica para Tris, que ela é geneticamente "Pura", sendo assim a esperança para a humanidade (desconstruindo tudo que sabemos sobre os "Divergentes"). E é a partir daí que o "tom"' do filme muda completamente.
Nesse novo ambiente, os personagens passam a exercer tarefas distintas, colaborando com o regime em que se encontram. Essas tarefas são designadas a partir do percentual de "pureza" de cada um, e isso acaba os dividindo, tornando-os mais vulneráveis.



Mais uma vez, a relação entre a Tris e o Tobias é muito bem estabelecida, o que faz com o que o espectador se sinta imerso no conflito deles.
Ambos continuam cometendo atitudes impulsivas, mas a evolução do casal é notável.


Outro elemento sutil nesse filme é que a perspectiva de Tobias se tornou mais forte. Isso pode ter alguma relação com o livro, já que no último volume da trilogia seguimos também o ponto de vista desse personagem.
Foi interessante acompanhar sua jornada e entender melhor suas prioridades.

Preciso dizer que esse terceiro volume da saga preencheu muitas lacunas que foram abertas no filme anterior.


O alívio cômico ficou por conta de Miles Teller, que interpreta o Peter. É muito divertido ver esse personagem (que é de certa forma um anti-herói) quebrar o drama que permeia a história.

Em suma, Convergente foi um capítulo muito mais satisfatório e relevante que o anterior, possuindo ótimas sequências de ação e a evolução que já era esperada.
Uma ponte bem construída para o grande final, que estreia em junho do ano que vem!

Fica a dica de um filme que me surpreendeu positivamente!

Até mais,

Plínio Mendes

9 comentários:

  1. E ai Plinio!
    Vou confessar que mesmo com o pessoal falando bem, eu não pretendo assistir esse longa. Confio na sua opinião, mas Divergente foi uma serie que me decepcionou muito literariamente falando, já q tinha adorado os dois primeiros livros. E no cinema amei o primeiro, mas o segundo me desmotivou. Quem sabe quando sair pra baixar eu de uma chance. Sair de casa e pagar entrada eu não faço, infelizmente. E nem por questões de fidelidade, porque nem LIGO mais para isso. Pelo contrario, assim como você espero que seja diferente, porque se for igual ao livro vai ser um cu.

    Abraços
    David
    Olímpico Literario

    ResponderExcluir
  2. Oi, Plínio! Tudo bem? Eu amei Divergente, mas sei lá, acabei me desanimando e nunca nem vi Insurgente. Saber que a franquia melhora com esse longa, me fez querer ver todos os filmes novamente. Adorei o post! <3

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Ainda não assisti Divergente, nem li a trilogia e nem estou com muita animação para tal. Se você me perguntar o motivo eu sinceramente não vou saber dizer, haha. Mas enfim, gostei muito do post.
    Beijos.
    Nasci Gabriela - www.nascigabriela.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi, Plinio!
    Ainda tenho de arranjar um tempo pra ver esse filme.
    Gostei do que li na crítica. Deu pra perceber que foi melhor que Insurgente.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio do livro Marianas | Porcelana - Financiamento Coletivo

    ResponderExcluir
  5. Oi Plinio!
    Tudo o que tenho lido sobre o filme só tem me agradado <3 Estou adorando as mudanças em relação ao livro! Muito ansiosa pra ver!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi,
    Nossa, adorei seus comentários.
    Preciso ir ver o filme.
    Eu li a trilogia mas só gostei mesmo do primeiro livro, já os filmes me animaram mais.


    @saymybook
    saymybook.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Realmente esses filmes devem ser interpretados separadamente dos livros, porque se não a pessoa fica totalmente confusa. haha
    Eu gostei do filme, apesar dos pesares. Também achei o Peter engraçado, ele foi um dos personagens que eu mais curti nessa adaptação..

    Beijos

    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Plínio, tudo joia?
    Acredita que só assisti o primeiro filme da série? Preciso urgente me atualizar!!! Peguei alguns spoilers de leve ao ler a resenha mas não ligo hahaha acho até bom que me deixa mais curioso para assistir.

    www.booksever.com.br

    ResponderExcluir
  9. Nossa, fiquei mais curiosa ainda para assistir esse filme agora! Eu diferente de você gostei bastante de Insurgente e já estava com boas expectativas para esse, agora então... hahaha

    Coral,
    Universe for Words

    ResponderExcluir